CadastroENTRAR
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado
Volume
Áudios
App Android
App IOS
Facebook Capital
Twitter Capital
Instagram Capital
YouTube Capital
Whatszap Capital

NOTÍCIAS - Exclusivas

Quinta-feira, 30/01/2020 08:30 - Atualizado em 11/02/2020 11:18
Por Luiz Carlos Ramos

Secretário da Habitação fala a Eli Corrêa sobre moradias

Flavio Amary esteve na Rádio Capital quinta-feira, antes de entregar creche na Luz, Centro de São Paulo

OUÇA





Foto: Rádio Capital / Luiz Carlos Ramos





O secretário da Habitação do Estado de São Paulo, Flavio Amary, esteve na Rádio Capital na manhã desta quinta-feira, dia 30, e foi entrevistado no Programa Eli Corrêa para falar das obras de futuras moradias populares na cidade de São Paulo, no Interior e no Litoral.
Num bate-papo com Eli ele explicou que logo depois estaria na região da Luz, centro da Capital, para entregar à Prefeitura de São Paulo o Centro de Educação Infantil (CEI) Nova Luz, concluindo mais uma etapa da Parceria Público-Privada (PPP) do Centro, a primeira PPP de Habitação de Interesse Social do país, dedicada à oferta de moradias, aprimoramento da infraestrutura de serviços e equipamentos públicos e consequente revitalização de áreas do centro paulistano. O evento teve também a participação do secretário municipal de Educação, Bruno Caetano.

Com 1,7 mil metros quadrados de área construída, a creche atenderá a demanda das famílias residentes nos 1120 apartamentos do Complexo Júlio Prestes, além de moradores do entorno.
Destinado a crianças de 0 a 3 anos e 11 meses de idade, o equipamento dispõe de instalações amplas, modernas e com total acessibilidade. São três pavimentos (térreo e mais dois andares), acessíveis também por elevador, a creche está localizada no interior do residencial Júlio Prestes II, na esquina da Alameda Dino Bueno com a Praça Júlio Prestes.

A iniciativa PPP do Centro, da Secretaria de Estado da Habitação, com a empresa Canopus e auxílio da Prefeitura de São Paulo, já finalizou a construção de 1.443 das 2.260 habitações de interesse social e equipamentos sociais previstos para a área central da cidade, contribuindo com sua revitalização. No total, a PPP do Centro prevê a construção de 3.683 moradias na região central até 2022. Destas, 1.423 são Habitações de Mercado Popular (HMP), a serem comercializadas diretamente pela concessionária junto ao público com renda mensal superior a R$ 5.724,00. As outras 2.260 unidades são Habitações de Interesse Social, oferecidas à população com renda mensal de até R$ 5.724,00, a partir da intermediação da Secretaria de Estado da Habitação. O investimento global na PPP do Centro é de R$ 1,4 bilhão.
Flavio Amary confirmou que o Programa Habitacional Nossa Casa prevê a construção de 60 mil moradias populares pelo governo do Estado até 2022. Ele tem percorrido várias regiões do Interior para definir planos para construção e para entregar novas moradias.
Confira a entrevista de Flavio Amary no áudio.


Tags: 
Facebook Twitter Instagram YouTube Whatszap App Android App IOS
® 2020 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados