CadastroENTRAR
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado
Volume
Áudios
App Android
App IOS
Facebook Capital
Twitter Capital
Instagram Capital
YouTube Capital
Whatszap Capital

NOTÍCIAS - Saúde

Quinta-feira, 07/11/2019 17:47
Por Carla Mota.

São Paulo confirma mais uma morte por sarampo.

Doença já matou 14 pessoas no estado.



A Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais uma morte por sarampo em São Paulo. A vítima mais recente é um bebê de 1 ano e dez meses que morava em Limeira, no interior do estado.  A pasta também divulgou o novo balanço de registros da doença. No total, são 11.095 casos de sarampo confirmados neste ano. 56,2% dos casos se concentram na capital paulista. Vale lembrar que uma determinação recente do Ministério da Saúde junta na contagem, além dos casos comprovados em laboratório, registros com base na avaliação clínica.  As dez cidades com maior número de registros de sarampo no estado estão na Grande São Paulo. Campinas é a primeira do ranking fora da região metropolitana, com 91 casos.

 

Entre os dias 18 e 30 de novembro, será realizada a segunda fase da campanha, focada em jovens de 20 a 29 anos. A primeira etapa aconteceu entre os dias 7 e 25 de outubro e imunizou cerca de 400 mil crianças. Mesmo sem campanhas específicas, pessoas de todas as idades podem procurar as Unidades Básicas de Saúde para regularizar a carteirinha de vacinação gratuitamente.

 

Segundo a secretaria, a faixa etária mais vulnerável a casos graves e mortes em decorrência da doença vai de seis meses a menores de 12 meses. A pasta afirma que a vacina é contraindicada para bebês com menos de seis meses. Nesse caso, a recomendação para os pais é que evitem a exposição a locais com muita aglomeração de pessoas. Em caso de sintomas da doença, como manchas vermelhas pelo corpo, febre, coriza, conjuntivite e manchas brancas dentro da boca, os responsáveis devem levar o bebê até uma unidade de saúde.






Tags: 
Facebook Twitter Instagram YouTube Whatszap App Android App IOS
® 2019 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados