ENTRAR
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado
Volume

NOTÍCIAS - Exclusivas / Saúde

Quinta-feira, 12/07/2018 15:47
Por Ana Paula Novaes

Cirurgias bariátricas crescem mais de 200% em menos de dez anos no SUS

Confira na reportagem de Cid Barboza.

OUÇA





Especialista alerta: obesidade é doença crônica, com números crescentes em todo o mundo
Foto: Pixabay






O número de cirurgias bariátricas realizadas no Sistema Único de Saúde (SUS) cresceu 215% entre os anos de 2008 e 2017. Além disso, na rede pública a ampliação foi maior que na privada. No Brasil, mais de 5 milhões de pessoas têm indicação para o procedimento, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM).

Sobre este assunto, o repórter Cid Barboza conversou com Elaine Moreira Ferreira, membro da Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG). “A obesidade é uma doença crônica, com números crescentes não só no Brasil como em todo o mundo e a cirurgia bariátrica é uma das opções terapêuticas. A doença obesidade, além de ser fator de risco para várias outras doenças, é um peso orçamentário maior. Ela deve ser tratada, mas claro que a cirurgia não é a primeira opção terapêutica. Inicialmente, temos o tratamento clínico e, quando ele é falho por, pelo menos, dois anos, o paciente têm a indicação da cirurgia bariátrica”, frisa.

A médica explica que a má-alimentação e o sedentarismo são fatores fundamentais para o crescimento da obesidade. “O fator estresse também contribui pela escolha de refeições mais rápidas e também não optam por realizar atividade física regular”, acrescenta.

Segundo ela, uma vez obesa, a pessoa terá que ser acompanhada para o resto da vida. “Ela é fator de risco para hipertensão, diabetes, refluxo, doença do sono, depressão, vários tipos de câncer, como de mama, intestino e pâncreas. É uma doença grave, em ascensão, que precisa de compreensão maior”, destaca.

Confira a entrevista completa nos áudios no topo da página. Basta clicar os botões play. 



Tags: 


Veja mais

® 2018 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados