CadastroENTRAR
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado
Volume
Áudios
App Android
App IOS
Facebook Capital
Instagram Capital
YouTube Capital
Whatsapp Capital

NOTÍCIAS - Cinema / Exclusivas

Sexta-feira, 08/06/2018 09:35
Por Ana Paula Novaes

Dica de cinema - criminosos se aproveitam de furacão para assalto milionário

Confira a crítica do filme feita pela redatora Ana Paula Novaes.




A personagem da atriz Maggie Gracie tentará impedir o assalto com a ajuda de dois irmãos
Foto: Divulgação/SND





 

Se o filme Twister, sucesso dos cinemas de 1996, tivesse um filho com a série hit da Netflix, La Casa de Papel, a criança seria o longa que chega às telas nesta quinta-feira (7): No olho do furacão. Mais um exemplo do famoso gênero de filmes desastre, a produção dirigida por Rob Cohen, alia à trama um assalto de proporções a uma unidade do Tesouro americano, onde cédulas são levadas para serem descartadas.

O filme conta a história de dois irmãos que perderam o pai durante a passagem do furacão Andrew pelo Alabama em 1992. Anos depois, um deles (feito pelo ator Toby Kebbel, de Ben-Hur) se torna um conceituado meteorologista, que atua como um “caçador de tempestades”, enquanto o outro (Ryan Kwanten, do seriado True Blood) – um típico bad boy, veterano do exército – segue na pequena cidade de Gulfport, na loja de materiais elétricos que pertencia ao pai. 

Com um novo furacão chegando, a cidade é evacuada. Aproveitando-se da situação, um grupo de criminosos planeja um assalto à unidade do Tesouro localizada na cidade, com a ajuda de membros da polícia local.

Quem vai aparecer para salvar o dia? Os dois irmãos, acompanhados por uma agente encarregada pelo transporte do dinheiro  (feita por Maggie Grace, de Lost e da série de filmes Busca Implacável), e única com senha de acesso ao cofre onde a bolada está. 

O filme é cheio de tipos bem-americanos e força o sotaque do sul norte-americano. Aposta ainda em cenas de ação e efeitos especiais. O problema é que algumas situações são tão incomuns, que fica difícil de acreditar que poderiam mesmo acontecer e que pessoas comuns, como os dois irmãos, e sem treinamento apropriado conseguiriam de safar.

Enquanto tem mérito em não apostar em um romance clichê entre a personagem de Maggie Grace com um dos irmãos, o filme falha ao apostar na caracterização dos demais. A dupla de irmãos - em que um é o certinho e o outro, largado - o vilão mal-encarado e o xerife zangado da polícia.

Também chama a atenção o casal de hackers, comparsas da quadrilha, que se parecem muito com a Equipe Rocket do desenho animado Pokémon.

Com reviravoltas e uma mensagem de alerta para a relação entre a incidência deste tipo fenômeno natural com o aquecimento global, No olho do furacão diverte, mas não merece muita atenção.

 

Ficha do filme


 

No olho do furacão
Gênero: ação
Origem:  Estados Unidos
Duração: 1h40
Direção: Rob Cohen
Elenco: Tobby Kebbel, Maggie Grace, Ryan Kwanten
Classificação: 14 anos






Tags: 


Veja mais

Facebook Instagram YouTube Whatsapp App Android App IOS
® 2020 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados