CadastroENTRAR
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado
Volume
Áudios
App Android
App IOS
Facebook Capital
Twitter Capital
Instagram Capital
YouTube Capital
Whatszap Capital

NOTÍCIAS - Trânsito

Terça-feira, 08/05/2018 15:07
Por Ana Paula Novaes

Campanha Maio Amarelo alerta para os altos números de mortes no trânsito do país

Confira na reportagem de Raquel Rieckmann.

OUÇA





Segundo Renato Campestrini, do Observatório Nacional de Segurança Viária, trânsito no Brasil mata mais que países em conflito armado
Foto: Oswaldo Cornetti/Fotos Públicas





Em 2015 foram 38 mil mortes no trânsito do Brasil. A idade mais crítica é entre 18 a 39 anos que concentra a maioria das mortes de pessoas que se envolveram em acidentes de trânsito, principalmente de pedestres e motociclistas.

Por isso, a campanha Maio Amarelo visa alertar a população para refletir sobre o papel de cada um no trânsito a fim de mudar o comportamento. Amarelo é a cor da atenção no Código de Trânsito Brasileiro e Maio porque foi no dia 11 de maio de 2011 que a ONU definiu o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”.

Os dados de mortes no trânsito no Brasil são assustadores e piores que até em conflitos armados pelo mundo, segundo Renato Campestrini, gerente técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária.

“A cada 12 minutos uma pessoa morre no trânsito no Brasil e a cada um minuto uma pessoa fica permanentemente sequelada por conta de acidentes de trânsito. É maior do que muitas guerras, conflitos armados ao redor do mundo. É por isso que temos que chamar a atenção até que o nosso país consiga, quem sabe um dia, zerar o número de acidentes no trânsito”, disse.

Ele destaca o risco do vício do celular junto com a direção. “A pessoa acha que o acidente só acontece com os outros, mas, na verdade, um segundo de distração pode resultar em um acidente. O celular aumenta em quatro vezes o risco de acidente de trânsito”, frisa.

O Código de Trânsito Brasileiro trata de todos aspectos possíveis, mas, para Renato Campestrini, falta investir mais em fiscalização. “Falta colocar em prática a fiscalização para coibir, para que a pessoa tenha a concepção de que se fizer uma coisa errada, responderá por aquilo”, acrescenta.

 Em São Paulo, durante o Maio Amarelo, alguns monumentos da cidade estão iluminados na cor amarela pelo Ilume, como o Viaduto do Chá e o Monumento às Bandeiras. O prédio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, localizado no Centro, está com um laço amarelo na fachada.

Confira mais na reportagem de Raquel Rieckmann. Basta clicar no botão play no topo da página.



Tags: 


Veja mais

Facebook Twitter Instagram YouTube Whatszap App Android App IOS
® 2019 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados