ENTRAR
OUÇA A RÁDIO CAPITAL AO VIVO | AM 1040
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado

NOTÍCIAS - Cidade

Quinta-feira, 18/01/2018 11:02
Por Ana Paula Novaes

Geraldo Alckmin considerada absurda a paralisação dos metroviários em São Paulo

O governador se manifestou pelas redes sociais na manhã desta quinta-feira (18).

OUÇA





O governador criticou a decisão do Sindicato dos Metroviários
Foto: Reprodução/Facebook




O governador Geraldo Alckmin se pronunciou via redes sociais sobre a paralisação dos metroviários, deflagrada às 0 hora desta quinta-feira (18).

“Esta absurda greve de parte dos metroviários, que não respeita a decisão judicial que garantiu 80% do funcionamento em horário de pico, reforça a convicção de que está correta a concessão da Linha 5-Lilás e da linha 17-Ouro. Veja que neste momento, a única linha operando totalmente é aquela da iniciativa privada, que é a linha 4-Amarela. Nós não vamos retroagir e queremos ampliar os serviços de Metrô e trem em São Paulo, com melhor qualidade de serviços”, disse.

A  paralisação de 24 horas, que teve início à meia-noite, foi aprovada em votação em assembleia realizada nesta quarta-feira (17) pelo Sindicato dos Metroviários. No entanto, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2) concedeu parcialmente o pedido de liminar do Metrô, limitando a greve da categoria. De acordo com a decisão da Justiça, ficou determinado que 80% da frota circule nos horários de pico – compreendidos de 6 às 9 horas e das 16 às 19 horas – e 60% nos demais intervalos.

O desrespeito à liminar acarreta multa de R$100 mil.







Tags: 


Veja mais

® 2018 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados