ENTRAR
OUÇA A RÁDIO CAPITAL AO VIVO | AM 1040
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado

NOTÍCIAS - Saúde

Quarta-feira, 08/02/2017 15:58
Por Ana Paula Novaes

Mais da metade dos médicos recém-formados são reprovados em exame aplicado pelo Cremesp

Confira na reportagem de Cid Barboza.



O exame aplicado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) a médicos recém-formados teve mais uma vez resultados preocupantes. Dos 2.677 estudantes que participaram da prova no ano passado, 1.511 foram reprovados, número que representa mais da metade – 56,4%.

Para ser aprovado é necessário acertar, pelo menos, 60% das questões. Bráulio Luna Filho, diretor do Cremesp e coordenador do exame, está indignado com o resultado. “Não é uma hipótese, não é uma probabilidade, é uma certeza que existe má formação dentro das escolas de Medicina. São questões simples e não é possível que o indivíduo não saiba responder. Tem aluno que acerta menos de 20% dessa prova. Ou seja, se pedirmos a um macaco para fazer a prova, ele competirá duramente com esse médico”, lamentou. “Esse indivíduo passou seis anos na escola, que deu diploma para ele. Ele, legalmente, pode ser médico e a chance de ele cometer algum desatino. Isso é revoltante”, acrescenta.

Ele ainda ressalta que 30% dos participantes são filhos de médicos e discorda das condições para se tornar um médico no país. “Nenhum médico se forma na Inglaterra, por exemplo, e, no dia seguinte pode atender quem ele quiser. No Brasil, ele pode atender um caso de neurologia, sendo recém-formado. Os Estados Unidos são um país liberal, mas a sociedade não permite que isso aconteça. É necessário fazer residência, uma avaliação e aí, pode entrar na prática médica”, explica.

Das 46 escolas de Medicina do estado de São Paulo, alunos de 30 foram avaliados. A queda no desempenho aconteceu tanto entre formandos de escolas públicas quanto particulares. Lembrando que o exame não é obrigatório.

Confira mais na reportagem e foto de Cid Barboza. 

® 2018 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados