ENTRAR
OUÇA A RÁDIO CAPITAL AO VIVO | AM 1040
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado

NOTÍCIAS - Trânsito

Segunda-feira, 17/10/2016 13:31

Multas por uso de celular ao volante crescem 43% em cinco anos no Estado de São Paulo

Total de infrações registradas apenas pelo Detran.SP passou de 80.182, em 2010, para 114.894, no ano passado



A quantidade de multas por uso de celular aumentou 43,29% nos últimos cinco anos, segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP). As autuações por esse tipo de infração passaram de 80.182 em 2010 para 114.894 em 2015. Somente nos sete primeiros meses deste ano, já foram registradas 63.441 multas por esse motivo. 

Os números – que abrangem apenas as infrações registradas em perímetro urbano pela Polícia Militar em nome do Detran.SP–, são reflexo de uma cena cada vez mais comum e preocupante no trânsito: motoristas utilizando o telefone móvel enquanto dirigem. 

Além do Detran.SP, todos os órgãos de trânsito (municipais, como a CET-SP na capital, rodoviários e federais) fiscalizam e multam esse tipo de infração. Desse modo, os números acima não refletem o total de autuações por uso do celular ao volante no Estado. Portanto, a situação pode ser ainda mais alarmante.

Atualmente, falar ao celular enquanto dirige é infração média, punida com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na habilitação. Quem infringir a regra sentirá mais no bolso a partir de 1º de novembro, quando entra em vigor a lei federal 13.281, que altera parte do CTB e amplia os valores das multas. De acordo com a nova lei, dirigir com apenas uma das mãos, infração classificada como média, será considerada gravíssima quando for cometida porque o motorista está segurando ou manuseando aparelho celular, com multa de R$ 293,47 e inserção de sete pontos no prontuário do motorista.

 

® 2018 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados