ENTRAR
OUÇA A RÁDIO CAPITAL AO VIVO | AM 1040
NO AR:
PRÓXIMA ATRAÇÃO:

Parado

NOTÍCIAS - Social

Quarta-feira, 24/08/2016 11:10

Voluntários escrevem cartas à usuários da CPTM

Em um ano e meio, 300 histórias já foram escritas pelas estações



Na era tecnológica, em que as mensagens instantâneas substituem as longas e acaloradas ligações, um grupo de amigos da zona leste de São Paulo criou o projeto Ateliê de Memória e Narrativa. A ideia é conectar pessoas que utilizam a Linha 12- Safira da CPTM de uma das formas mais antigas: a escrita.

Com um bloquinho de notas, uma caneta e um banquinho, o grupo de tempos em tempos fica à disposição em diferentes estações à espera de uma boa história para contar ou um pedido, seja ele de desculpas, de reconciliação ou para algum programa de TV. Sem restrições, qualquer um é atendido.

E assim acontece. Através de cartas manuscritas, tracejadas pelos integrantes do Coletivo Estopô Balaio, diferentes memórias são resgatas e enviadas para longe. Junto com a carta segue doses de carinho e uma foto polaroide de quem fez o pedido. A intenção é tentar suavizar a saudade e remontar laços.

"Esse trabalho modifica a gente por dentro", conta uma das criadoras do projeto, a atriz Ramilla Souza. "Faz a gente enxergar muitas coisas. E ainda abrir os olhos para a realidade", explica. "Particularmente, não conhecia ninguém no meu círculo de amigos que não sabia escrever. Durante esse um ano e meio, vi o quanto o analfabetismo ainda uma realidade".

Atendidos
Nesse período, pelo menos, 300 pessoas já sentaram no banquinho para fazer um pedido. Os integrantes do Coletivo Estopô Balaio chegam com o coração aberto, dispostos a ouvir as histórias daqueles que têm amigos e parentes distantes ou, simplesmente, desejam fazer uma declaração para a mãe, o pai, ou um grande amor. Sem nenhum tipo de censura ou restrições, as cartas serão enviadas para qualquer local, do Brasil ou do mundo, retratando qualquer tema, anseio ou pedido de ajuda.

Inspiração
A iniciativa, que lembra o filme Central do Brasil, do cineasta Walter Salles, já passou pelo em torno do Jardim Romano e Poá, além das estações da CPTM do Brás e Ferraz de Vasconcelos. A próxima a receber o projeto é a estação de Itaquaquecetuba - Linha 12-Safira.

SERVIÇO
Ateliê de Memória e Narrativa do Coletivo Estopô Balaio
Local: Estação Itaquaquecetuba, na área livre, na passarela, em frente à entrada
Datas: quintas-feiras dos dias 25/08, 01/09, 08/09 e 15/09, das 10h às 13h

Foto: Divulgação

® 2018 Rádio Novo Mundo Ltda - Todos os direitos reservados